Dicas para compra de dólar mais barato

Assim que uma viagem internacional é marcada, principalmente para países onde a moeda corrente é o dólar, é comum se preocupar com a cotação. No Brasil, desde junho de 2019, o valor varia entre R$ 4,01 e R$ 4,12. Para realizar a compra de dólar mais barato, pesquisar e seguir dicas dadas por especialistas pode ser o divisor de águas para a economia. 

Se você quer saber como deve ser feita a compra de dólar e aprender como conseguir a melhor cotação para aproveitar ainda mais um momento especial ao lado de quem ama, conheça as dicas dadas pela ARC, Corretora de Câmbio brasileira que pode ajudar quem quer comprar dolar

comprar dolar barato

Compra de dólar mais barato: as melhores dicas dadas por especialistas

Entenda a cotação do dólar

Para se preparar para a compra de dólar, você precisa entender como funciona a cotação. Muita gente não entende que o valor que é dito na televisão é diferente do dito na casa de câmbio ou banco. Isso acontece, porque depende da finalidade. 

O dólar comercial é usado por empresas e bancos em transações (importação, exportação, transferências financeiras), enquanto o de turismo, que interessa pra você, é usado para gastos em estabelecimentos de outros países e para a conversão de débitos efetuados em moeda estrangeira no cartão de crédito. As cotações para cada tipo são diferentes. 

Além disso, outros valores que você deve conhecer são o de taxa de venda (cobrado para vender a moeda) e taxa de compra (valor que é pago pelo banco ou casa de câmbio pela moeda estrangeira). 

Observe o ranking do Banco Central

Para te ajudar na compra de dólar, o Banco Central divulga mensalmente os valores cobrados pela moeda. Lá, já consta o valor com taxa de câmbio, as tarifas e o IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) inclusos.

É possível observar através do aplicativo chamado Câmbio Legal, que além de divulgar o ranking, ainda mostra os locais mais pertos de você e uma ferramenta de conversão de moeda. 

Pesquise

Além de olhar o ranking, você precisa pesquisar mais a fundo sobre a compra de dólar. Algumas casas de câmbio, por exemplo, oferecem o serviço de entrega e até mesmo a comodidade da compra online. Esses aspectos podem ser fundamentais para a escolha.  

Entenda o que é melhor: Banco ou Corretora de câmbio? 

Diante a tantas opções, a dúvida é muito comum. Em geral, a cotação nas casas de câmbio em Santos quase sempre será menor do que em banco. Isso acontece, porque os valores das taxas já são embutidos na compra, enquanto nos bancos, essa cobrança é feita separadamente. 

Mas, para esclarecer essa dúvida, a ARC Corretora de Câmbio recomenda solicitar nos dois locais e realizar a comparação. 

A compra de dólar deve ser planejada 

Deve haver planejamento para que você possa parcelar as compras. Ao comprar o dólar aos poucos, você consegue uma taxa média. Como o dólar oscila, fazendo essa técnica, você não fica em dúvida sobre o melhor momento para comprar. 

Dólar em espécie ou cartão pré-pago? 

É possível levar dólar para o exterior pelo papel moeda ou pelo cartão pré-pago. Para saber o que te fará economizar mais, você precisa entender os impostos. Na compra da espécie, é preciso pagar um imposto mais baixo (1,1%). Nos cartões pré-pagos, o IOF é de 6,38%. 

Apesar de ser uma forma mais segura de levar dinheiro para o exterior, os cartões pré-pagos te fazem perder dinheiro por conta dos impostos. O recomendado, neste caso, é levar um pouco de cada. 

Até porque, existe um limite de R$ 10 mil em espécie para quem quer sair do Brasil sem declarar à Receita Federal. 

Pense bem sobre o uso de cartão de crédito 

Leve cartão de crédito para sua viagem, mas só use em caso de extrema emergência. O motivo disso é que a cotação válida é a do dia de pagamento da fatura, e não no dia da compra. Sendo assim, você não terá controle do quanto está gastando.

Add Comment