Pular para o conteúdo

Qual é o café mais caro do mundo?

PUBLICIDADE CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

Se você é um apreciador de cafés, provavelmente já se perguntou sobre qual é o café mais caro do mundo. Alguns grãos conseguem ser mais especiais do que outros e também exigem um investimento maior. 

E, quando falamos em experiências, tomar o café mais caro do mundo é uma delas. Mas você sabe qual é esse produto e quanto ele custa? Vamos detalhar esta curiosidade a seguir. 

O hábito de beber café

Um bebedor de café apaixonado não mede esforços para transformar o corriqueiro hábito de tomar café em um hobbie. Além de montar um cantinho do café simples em casa, com cafeteira e muitos utensílios, também vale a pena investir em experiências sensoriais. 

PUBLICIDADE CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

O café é a bebida mais apreciada do mundo e faz parte da cultura de muitos países. Indispensável na mesa do café da manhã de muitos brasileiros, ele pode ser servido quentinho, ou gelado, com uma companhia especial.

Atualmente existem muitas opções de cafés para compra, desde os comuns (encontrados pelos supermercados), até os mais diferentes, que são encontrados apenas em lojas especializadas.

A forma de preparo, de cultivo, de secagem, os ingredientes adicionados – tudo o que se refere ao processo de cultivo e embalagem dos grãos ou pó do café vai alterar o seu sabor.

Tem quem prefira o café quente e recém passado no coador. Já outras pessoas preferem os cafés gelados, que se tornaram muito populares nos EUA. Esse é um assunto que precisaria de um artigo inteiro só pra ele, mas hoje estamos aqui para falar qual é o café mais caro do mundo.

Como o café pode ser tão caro?

Pode parecer estranho o grão de café custar tão caro, principalmente se você está acostumado com os cafés que encontramos à venda nos supermercados. O que diferencia esses grãos prensados e ensacados dos os grãos caríssimos que encontramos em lojas especializadas são as etapas de produção, logística de entrega e armazenamento.

O cultivo do café convencional é muito simples e requer pouco cuidado. Ele é plantado, colhido, descascado e está pronto para comércio. Cada marca tem sua própria forma de produção do pó do café que chega até as prateleiras do mercado e essa produção pode alterar o sabor de uma marca para outra, mesmo que não faça muita diferença para o paladar leigo.

Os cafés que estão na lista dos mais caros do mundo tem o plantio e cultivo muito diferentes. Alguns são plantados em montanhas de países tropicais, outros precisam ser consumidos por certos animais e alguns são produzidos em ilhas isoladas de difícil acesso, como é o caso do Saint Helena Coffee.

Mas afinal de contas, qual o café mais caro do mundo?

O café mais caro do mundo é produzido na Ilha de Bali, uma província da Indonésia que se situa na extremidade ocidental do arquipélago das Pequenas Ilhas da Sonda. Esse cafezinho caríssimo é chamado de Kopi Luwak ou Café Civeta.

É possível encontrar produtores desse café em outras ilhas desse arquipélago, como em Sumatra, Java e Sulawesi, mas seu cultivo é mais comum na Ilha de Bali.

O processo de produção desse café inicia com a plantação dos grãos em terreno apropriado. Em seguida, quando os grãos estão maduros e prontos para serem colhidos, a civeta, um pequeno mamífero carnívoro, seleciona os grãos antes de se alimentar com eles.

No processo de digestão, a civeta digere apenas a polpa do café, mantendo os grãos intactos enquanto as bactérias e enzimas do estômago agem sobre eles.

O sabor diferenciado e a qualidade desse café se dá por essa ação das enzimas do estômago da civeta. O processo de produção torna o Kopi Luwak muito difícil de produzir, o que gera cerca de 230 kg de café por ano.

Esse café é vendido principalmente para o Japão, Europa e Estados Unidos. Dentre os apreciadores de café, seu sabor é descrito como uma mistura de chocolate e sucos de uva.

O Kopi Luwak tem sabor mais doce e menos acidez e amargor do que os café convencionais. Aliás, o nome do café mais caro do mundo é resultado da junção das palavras kopi (que significa café) e Luwak, que é o nome local dado à civeta.

Infelizmente a produção desse café causa mal às civetas, que acabam sendo exploradas para que os turistas conheçam a bebida, que atualmente é considerado o café mais caro do mundo.

Os Órgãos de proteção aos animais precisam vistoriar a produção desse café constantemente, já que alguns produtores acabam aprisionando as civetas em jaulas e as forçando a se alimentar apenas dos grãos de café, enquanto na natureza esses animais se alimentam de insetos, ratos e frutas variadas, além dos grãos de café.

Caso esteja pensando em consumir esse café, procure por embalagens que possuam o selo “cage free”, que indica que o produtor coleta os grãos que são achados na natureza, sem aprisionar as civetas ou fazê-las algum mal.

Qual o valor do café mais caro do mundo?

Se você é um coffee lover e já se pegou pensando qual o café mais caro do mundo, nós trouxemos essa resposta hoje para você.

O Kopi Luwak é o café mais caro do mundo e o preço que os compradores pagam em 1kg de seu grão pode chegar a USD 3.000. Já uma pequena xícara deste café custa em média R$324,00.

Para mais informações, navegue pelo nosso site.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0