Uso de aparelho transparente cresce no país. Vantagens e desvantagens

Cada dia que passa, as pessoas estão mais preocupadas com a estética. Por esse motivo, quem tem alguma má oclusão, como apinhamento ou problemas de mordida, passa a buscar tipos de tratamento ortodôntico. O objetivo de deixar os dentes dignos de uma estrela de Hollywood, no entanto, pode se tornar muito traumático com a escolha de um aparelho ruim. 

Calma, vamos explicar. Nenhum aparelho, em tese, é ruim. Mas alguns tipos podem não somente tornar todo o período doloroso, como também afetar diretamente a autoestima. Os convencionais, famosos pelos braquetes, fios metálicos e ligaduras elásticas coloridas, são motivo de grandes dores de cabeça. 

É praticamente impossível ir a algum lugar e não se tornar o centro das atenções ao abrir a boca. Crianças até podem se adaptar bem, pois se distraem com o colorido das borrachinhas e a ansiedade para trocar toda a semana por alguma diferente. Adultos, por outro lado, não ficam nada bem com ligaduras extravagantes ou combinações nada discretas. 

Por mais que até dê para escolher a transparente, o metálico dos braquetes e fio ainda assim serão um obstáculo para o tratamento mais estético. 

Se você busca por uma solução eficaz para alinhar os dentes sem deixar de lado a aparência. Saiba que o uso do aparelho autoligado transparente cresce no Brasil diariamente. Além de priorizar o físico, ainda possui inúmeras vantagens e potencializar o tratamento. 

Conheça agora tudo o que precisa saber quanto a vantagens e desvantagens do aparelho autoligado estético. 

Quais são as vantagens de tratamento com Aparelho Autoligado Transparente? 

aparelho transparente

O autoligado é um tipo de aparelho fixo, porém, ao contrário dos tradicionais, dispensam o uso das ligaduras elásticas. O fio é passado por uma canaleta com trava dupla. Essa dinâmica faz com o atrito seja menor, fazendo-se necessário o uso de menos força, o que torna o tratamento mais confortável e rápido. 

Mais estético 

Os aparelhos transparentes podem ser feitos de plástico, porcelana ou safira. O paciente pode escolher o que mais agrada ao gosto e ao bolso. A parte positiva é que os materiais são de muita resistência e, devido a qualidade, não amarela com o tempo, mantendo a estética do início ao fim. 

Mais confortável 

Conforme já explicamos, devido ao baixo atrito, o tratamento é mais confortável. Isso significa que o paciente não tem problemas para se alimentar e nem fica com aquela sensação de “dentes moles” após cada manutenção. 

Melhor higienização 

As borrachinhas elásticas os locais preferidos para bactérias se proliferarem. Com a ausência, o risco de cáries, tártaro e halitose é diminuído. Além disso, a higienização é facilitada. 

Menor risco de extração

Os aparelhos autoligados permitem maior expansão da arcada dentária. Isso diminui as chances de precisar arrancar um dente. 

Ótimo custo-benefício

As manutenções do autoligado são realizadas com menor frequência. O fio usado é termoativado e mantém a movimentação por mais tempo. Além disso, as visitas ao ortodontista são reduzidas em 40%. Com tantas vantagens assim, mesmo o autoligado sendo um pouco mais caro, vale muito a pena. 

Quais são as vantagens do aparelho autoligado transparente?

Os aparelhos autoligados transparente não possuem muitas desvantagens, entretanto, é importante que você saiba todos os aspectos negativos por trás desse tratamento. 

Em primeiro momento, podem causar desconforto por conta da adaptação. Pense que é uma coisa nova dentro da sua boca e que a estranheza é normal. Em poucos dias, é possível até mesmo esquecer que está fazendo tratamento. 

Outro ponto a ser considerado é em relação a preço. Se comparado ao aparelho convencional, o autoligado transparente é mais caro.  

Como iniciar o tratamento com o autoligado?

A primeira coisa que você precisa fazer para iniciar um tratamento com o aparelho transparente é buscar um ortodontista. O profissional fará análise e solicitará alguns exames, além, é claro, de entender sobre a rotina e hábitos. Essa espécie de entrevista ajudará a entender por qual caminho seguir. 

Após entender qual é a má oclusão e ter informações sobre o estilo de vida, o ortodontista indicará o tratamento. Em geral, não há contraindicações para o autoligado, porém, dependendo da necessidade, o profissional pode indicar um alinhador transparente para priorizar ainda mais a estética.

Add Comment